Publicado em Sem categoria

Rosas

E ele foi embora, porque não tinha mais motivo para ficar. Você percebeu que ela está triste e está passando por maus bocados. Vou alegra-la de uma forma simples que já vi outrora o meu pai fazer para alguém quem ele amava muito. Ele sempre dizia “filho, no dia que você perceber uma mulher triste, lhe de flores, lhe de rosas, provavelmente ela nem vá se importar com as rosas, vai que ela ame tulipas, meu filho, o que mais importa é o gesto, compre as rosas e entregue a ela, e vai melhorar por que uma boa ação gera outra”. O que fiz foi ligar para a floricultura mais próxima e encomendar um bouquet. Pronto.

Mandei msg para ela, perguntando como se sentia e que tinha pensando em encontrar-lá em uma cafeteria próxima, ela confirmou que estava muito mal mesmo se sentindo não amada, e que seria uma boa ideia. Tinha feito a escolha certa. Perto da hora de pegar as rosas me direciono para a cafeteria, dou uma olhada em meu celular e percebo que a foto dela não se encontra, que não existe mais usuário, fiquei sem entender uns minutos mas quando viro a esquina me deparo com ela, em sua felicidade nas mãos de outro. Talvez esse amor não seja pra mim. #historia #rosas #contos #escrita

Autor:

Químico, sonhador, cinéfilo, vascaíno, contista e a única maratona que fiz, foi de serie. Divirtam-se.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s